Rancho São Francisco
Rancho São Francisco

A história

A história do BluPix Eco Parque começa em 2012 com a escolha do terreno (Rancho São Francisco do Sr. Francisco Madia), mas o sonho começou muito antes.

voo noturno

O vôo Noturno

Um dia, em uma viagem aérea, o idealizador Rogério Miranda olhou pela janela do avião e percebeu um ponto de luz cercado de muita escuridão no meio do “nada”, pensou então, quem é o “louco” que vive naquele lugar? Mal imaginava que anos depois a sua felicidade seria encontrada em um lugar como aquele e que a partir daí ele seria o “louco” que vive e investe tudo o que tem em um local afastado da área urbana.

Francisco Augusto de Miranda - Pai e amigo.

Pai

Anos mais tarde, em 2011, o Sr. Rogério Miranda vê seu pai adoecer com um câncer cerebral, seu pai que sempre lutou para conquistar bens e uma segurança financeira, não teve tempo de aproveitar a vida e os bens adquiridos, pois faleceu em 2012, desta forma a busca por diversão, felicidade e bem-estar de sua família passa a ser prioridade, mas com uma vontade ainda maior, trazer o mesmo para outras famílias que precisam também aproveitar a vida e acabam não tendo tempo devido ao trabalho ou obrigações diárias.

Em 2014, o Sr. Rogério Miranda passa a ter um novo sonho (antes então ficar rico), seu novo sonho passa a ser bem mais simples, ser feliz e curtir cada segundo de sua vida, com tranquilidade em um lugar calmo, longe do estresse de São Paulo (capital) sua cidade natal.

 

Foto: http://www.jornalcruzeiro.com.br/materia/579092/pilar-do-sul-comemora-78-anos-de-fundacao
Foto: http://www.jornalcruzeiro.com.br/materia/579092/pilar-do-sul-comemora-78-anos-de-fundacao
Sao Paulo

Por que Pilar do Sul? Por que na área rural?

Tudo começou com um dia estressante em São Paulo, buzinas, transito, ambulâncias, moto boy caído no chão, clientes querendo orçamentos pra “ontem” sempre estressados, poluição, mal cheiro, uma noite anterior com muito barulho feito por um bar e bêbados, além de muita dor de cabeça por viver em um lugar onde o índice de estresse é um dos maiores do mundo.
Chegando em casa, após um dia estressante, mais barulho de motos e som auto em automóveis, decide então abrir o Google Maps e procurar um local com muito verde e longe da civilização, parecido com aquele local em que ele avistou do avião, assim o local escolhido é Tapiraí, mais tarde trocado pela vizinha Pilar do Sul devido a cidade ter uma infraestrutura melhor para seus filhos estudarem ou serem atendidos por um médico.

 

imbassai

Imbassaí

Antes de Pilar do Sul, em uma viagem a trabalho, Rogério Miranda conheceu uma linda e simples cidade na Bahia, cidade de nome Imbassaí, que o deixa apaixonado pela sua beleza e principalmente por seus habitantes, pessoas simples e acolhedoras, que foi a base para a busca por uma cidade próxima a São Paulo.

Mas por que uma cidade próxima a São Paulo? Seus filhos de um casamento anterior moravam em São Paulo, então para se manter perto dos filhos procura uma cidade acolhedora próxima a seus filhos.

sitio no inicio

A decepção

Ao conhecer o terreno dos sonhos, depois de meses pesquisando pelo local ideal, feliz ele resolve apresentar o local para pessoas que considerava importantes, quando ouve a frase:

- Não tinha nada melhor? Essa casa tem que ir abaixo, esse terreno não é dos melhores.

Logo em seguida foi uma sucessão de críticas ao local, sua forma de pensar, falta de visão empreendedora, segurança, comparativos de superioridade da cidade de São Paulo a Pilar do Sul entre tantas outras.

conta devedora

O fundo do poço

Em 2016, sem dinheiro, pressionado, com pensão de seus filhos mais velhos atrasada, com a conta devedora, com um processo na justiça por atraso de pensão por mais de três meses e o risco de ser preso por não ter dinheiro pra pagar a pensão, triste com críticas da mesma pessoa que criticou o local, essa pessoa passa a atacar sua empresa, capacidade profissional, de pai e companheiro, em contrapartida para piorar a situação descobre indícios de traição em um e-mail insinuante, ele fica na pior, desolado, diante da crise foram meses sem fechar um único trabalho, chega assim a passar fome, mas mesmo assim persiste em transformar o lugar, mesmo que sem ajuda moral ou física.

 

trabalhando
Torre BluPix

A persistência e fé

Foram meses de luta para roçar toda a área do sitio e conhecer melhor o espaço, trabalho com madeira para fazer pontes, limpar a área de entulhos, a construção de um galinheiro para se manter alimentado diante da crise, desvio de água da casa, corte de Eucaliptos e bananeiras espalhados por todo o terreno e muita luta para tornar o local o melhor possível de forma manual.

 

 

Uma torre para captar sinal de telefone e internet, mantendo assim os negócios online e contato com a civilização, mesmo com todas as dificuldades e tristeza, a luta não parou em momento algum.

trator

A volta por cima

A crise passou, o Sr. Rogério e sua empresa (até então desvalorizada pela crítica), fecha um trabalho que paga todas as dividas acumuladas, compra um trator e monta o seu sonho, mas ele ainda não desistiu até então das pessoas que o criticavam, mas ao perceber que essas pessoas não lhe faziam bem, resolve se desvincular dessas pessoas e tocar a sua vida.

 

flyer eco parque

Novos sonhos e uma vida melhor

A partir daí tudo passou a fluir melhor e com mais tranquilidade e seus sonhos passaram a ser muito maiores e o maior objetivo do BluPix Eco Parque hoje é manter a família unida, ajudar os pais com os filhos pequenos a se manter bem e se amando, respeitar aos seus frequentadores e trazer paz e harmonia para casais e famílias.

A construção do BluPix Eco Parque nunca acaba, seu sonho é cada vez maior e a felicidade de ver casais e filhos felizes não tem preço.

 

Conheça as pessoas que fazem parte dessa história

Por quê? Porque as pessoas querem saber. É uma característica humana.

Francisco Rancho São francisco

Francisco Madia

Antigo dono

Rogerio Miranda

Rogério Miranda

Idealizador

pais

Pais

Pais do Sr. Rogério Miranda

filhos

Filhos

Filhos do Sr. Rogério Miranda

Francisco Rancho São francisco

Francisco Salvador Madia (antigo dono)

Ele nasceu em um sitio em Sorocaba e sempre sonhou em voltar às origens. Não ligava para casa bonita, carro de luxo, viagens, só para um pedaço de terra com muita água.

Em 1992 (aproximadamente), adquiriu uma chácara em Araçoiaba da Serra/SP, mas a sua real vontade era ter um sitio. Juntando um dinheirinho em 2002 começou a procurar por sua sonhada terra. Procurou durante muitos meses e quando entrou no sitio ficou deslumbrado com morro, mata, riacho, entre outras coisas. Dizia que um dia iria ficar escasso a água e lá tinha em abundância. Resumindo, encontrou com o sonho! Comprou em 2003 do Sr. Benedito de Barros. Na época não estava nada regularizado e não tinha energia.

Nas primeiras semanas o Sr. Francisco Madia nem dormia direito. Tinha projeto para tudo, comprou livros e revistas, tanto de plantas quanto de construção. Como adorava plantar, comprou mudas do Brasil todo, algumas não vingaram, outras sim.

Como era policial, passou por situações muito difíceis e estressantes, e o seu descanso era sempre lá na terrinha. Ficava vários e vários dias seguidos. Depois que se aposentou, ninguém o segurava mais em casa. Aproveitou bastante.

Com o passar dos anos ficou doente. Era um entra e sai do hospital. Em 21/07/2013 faleceu. 4 meses antes do casamento do seu filho.

Após isso o sitio ficou abandonado, ninguém da família queria ir lá mais devido as lembranças e então optaram pela venda.